Categorias
Crônicas do Cotidiano

a gente nunca sabe nada.

75/100 of #100daysofhair For fancy hair, just shove a bunch of bobby pins in there and hope for the best.

Depois de um tempo as coisas parecem fazer sentido. Começamos a aceitar que tudo é um ciclo e que viver é grandioso demais pra tentarmos controlar tudo o que nos acontece. A vida não costuma esperar. Ela é impaciente. E ela não aceita metades. Quer dizer, ela até aceita, mas ela sempre cobra caro depois. E ela continua sendo grandiosa. A beleza é realmente sentida em doses pequenas e ela está por toda parte. A dor costuma chegar feito vendaval, mas ela sempre vai embora. E nesse vai e vem a gente percebe que não dá pra saber de nada. A vida é grandiosa e é surpreendente. Ela sabe te deixar com a boca aberta. Ela adora pegar suas certezas e virar do avesso e te fazer rir da sua ignorância. A vida é grandiosa e surpreendente e por vezes irônica. A vida é mãe. Ela nos quer bem, mas ela nos quer fortes. Ninguém passa ileso por ela. Viver é uma constante surpresa. Ora boa, ora não tão boa. O gelo na barriga é garantido. A gente tem que se acostumar, cara. Não adianta. E a gente vai pegando a manha, também. Apesar de relutantes, vemos que não adianta. Simplesmente não adianta perder tempo com travas e barreiras. Só vai. Deixa a vida fluir e seguir o fluxo que precisa ser vivido. As situações sempre nos são convenientes. Pode parecer que não, mas há luz em tudo que nos acontece. Sei que a teimosia grita e berra dentro da gente. Mas com o tempo ficamos mais maleáveis. Não sabemos nada. Nunca saberemos nada. Percebe? Dá pra ver como é inútil se preocupar com o que foge do nosso controle? E a vida é meio descontrolada mesmo, cara. Nem coloque energia numa tentativa frustrada de moldar as coisas. Lembre-se: a vida sabe ser irônica… Ela até deixa a gente pensar que temos controle, mas depois ela dá uma leve puxada no tapete (sem maldade), nos coloca no lugar e sussurra “calma, garota, confia”. Não sabemos de nada. Portanto, confie. Não tente controlar. <3

2 respostas em “a gente nunca sabe nada.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.